Reflexão de abril

«Se eu tivesse que instaurar uma realidade cultural, faria, num lugar como a Arrábida, um encontro de Cultura que atraísse gente de todos os lugares do mundo; e onde se assistisse a debates, teatro, certames e discussões filosóficas com o concurso dos melhores pensadores e autores, tanto portugueses como estrangeiros. Portugal não precisa de mudar. Precisa de se encontrar. Assim como Sagres teve uma escola náutica em tempo oportuno, deveria haver hoje uma escola de pensamento que reflectisse uma cultura portuguesa, como unidade de estilo e sensibilidade a novas perspectivas cívicas e humanas. A gravidade do mundo pede uma medida séria que nos distancie da tragédia, o mais infantil dos preconceitos humanos. A mente de Deus não tem tragédia. Começamos a perceber um pouco como ela funciona.»

(Agustina Bessa-Luís — A ciência do caos, 1994)

© 2022 CÍRCULO LITERÁRIO AGUSTINA BESSA-LUÍS. Todos os direitos reservados.
Administração Técnica de Website por BYDAS

ESTUDAR EM ANGOLA PPC ALTERNATIVE WEBDESIGN PORTO