Vieira da Silva: Os olhares de Agustina e Sophia

No passado dia 2 de Julho realizou-se no Porto, no Castelo de São João da Foz do Douro, no âmbito da programação do ciclo "A Foz Literária", uma conversa evocando a pintora Maria Helena Vieira da Silva pelas palavras de Agustina Bessa-Luís e Sophia de Mello Breyner.
 
A conversa esteve a cargo de Mónica Baldaque e Isabel Ponce de Leão; introduzida por José Valle de Figueiredo, Director de "A Foz Literária", onde foi também inaugurada a exposição "Au fil du temps: Um percurso fotobiográfico de Vieira da Silva (1908-2008)".
 
Foi evocada a obra da escritora Agustina Bessa-Luís "Longos Dias têm cem anos", uma narrativa biográfica da pintora Maria Helena Vieira da Silva, publicada pela primeira vez em 1982 pela Imprensa-Nacional Casa da Moeda. Nessa obra a autora escreve «Disse um dia: 'Vou escrever um retrato de ambos [Vieira da Silva e Arpad Szenes].' Não sei quando disse isto. Ontem, parece-me; acontece que podia ter sido nos anos sessenta - os anos sessenta foram importantes para mim. Mas não foi, com certeza, no dia em que os conheci. Porquê? As primeiras impressões não são decisivas. Às vezes são fatais, mas não decisivas.» 
 
O ciclo "Foz Literária" é organizado desde Novembro de 2014, tratando-se de uma iniciativa mensal e de entrada livre organizada pela União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde.  

© 2018 CÍRCULO LITERÁRIO AGUSTINA BESSA-LUÍS. Todos os direitos reservados. Agência de Comunicação BYDAS

ESTUDAR EM ANGOLA PPC ALTERNATIVE WEBDESIGN PORTO