Lançamentos

Primeiras obras publicadas pela editora Relógio D'Água

As primeiras obras da escritora Agustina Bessa-Luís, publicadas na editora Relógio D' Água, já estão disponíveis. Aos títulos A Sibila, Dentes de Rato e Vale Abraão seguem-se, até ao final do ano, O Mosteiro, Fanny Owen, Os Meninos de Ouro, A Ronda da Noite e o romance inédito Deuses de Barro. Estas obras contam com prefácios dos escritores Hélia Correia, António Lobo Antunes, Gonçalo M. Tavares, António Mega Ferreira, Bruno Vieira Amaral, Pedro Mexia e Mónica Baldaque que prefacia o romance inédito que Agustina Bessa-Luís escreveu em 1942.

 

 

Agustina Bessa-Luís - Ensaios e Artigos (1951-2007) Recolha e Organização: Lourença Baldaque; Prefácio: José António Saraiva Vols. I, II e III: Edição da Fundação Calouste Gulbenkian

Apresentação da obra Agustina Bessa-Luís- Ensaios e Artigos (1951-2007)

Vai ser apresentada a obra Agustina Bessa-Luís Ensaios e Artigos (1951-2007) que dá a conhecer a faceta periodista da autora, ao longo de 56 anos de colaboração com a imprensa portuguesa, nos mais variados órgãos de comunicação social.

As apresentações em Lisboa e no Porto estarão a cargo de Lourença Baldaque e de José António Saraiva.

Lisboa, 6 de Fevereiro, Fundação Calouste Gulbenkian, Auditório 3, 18h

Porto, 10 de Fevereiro, Fundação de Serralves, Biblioteca, 18h30

Para mais informações contactar a Fundação Calouste Gulbenkian.

Agustina Bessa-Luís - Ensaios e Artigos (1951-2007)

Recolha e Organização: Lourença Baldaque; Prefácio: José António Saraiva

Vols. I, II e III: Edição da Fundação Calouste Gulbenkian 

 

Lançamento da obra Elogio do Inacabado

A Fundação Calouste Gulbenkian acaba de lançar a obra “Elogio do Inacabado” que reúne cinco títulos inéditos da autora Agustina Bessa-Luís nomeadamente “Homens e Mulheres”, “As grandes mudanças”, Coração de água”, “O caçador Nemrod” e “Os meninos flutuantes”.

O livro conta com um estudo introdutório da Professora Silvina Rodrigues Lopes considerando que “Os textos agora publicados integram-se num movimento de questionação da época que dá atenção ao ímpeto que promete prevalecer sobre uma certa desorientação das gerações mais novas e anuncia uma crise que é abertura para algo de inaudito no repúdio da sufocação das relações humanas pela violência do poder enquanto violência quotidiana, disseminada”. (in Prefácio, de Silvina Rodrigues Lopes)

O “Elogio do Inacabado” inicia a colecção Série de Cultura Portuguesa das edições da Fundação Calouste Gulbenkian que propõe a criação de “um lugar próprio reservado aos testemunhos válidos da singularidade e da autenticidade da nossa cultura”. 

 

 

Apresentação do conto «Colar de Flores Bravias»

No final de Março e início de Abril de 2014 deu-se a apresentação do conto Colar de Flores Bravias, na Fundação Eng.º António de Almeida e no Centro Nacional de Cultura, pela Labirinto de Letras.

 

  

© 2017 CÍRCULO LITERÁRIO AGUSTINA BESSA-LUÍS. Todos os direitos reservados. Agência de Comunicação BYDAS

ESTUDAR EM ANGOLAPPC ALTERNATIVEWEBDESIGN PORTO